Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

Arquivos de Categoria: Música e Poesia (Vídeos)

Canção Amiga – Carlos Drummond de Andrade

Eu preparo uma canção em que minha mãe se reconheça, todas as mães se reconheçam, e que fale como dois olhos. Caminho por uma rua que passa em muitos países. Se não me vêem, eu vejo e saúdo velhos amigos. Eu distribuo um segredo como quem ama ou sorri. No jeito mais natural dois carinhos …

Continuar lendo

I’ll Be There – Jackson 5

You and I must make a pact We must bring salvation back Where there is love, I’ll be there I’ll reach out my hand to you I’ll have faith in all you do Just call my name and I’ll be there And oh, I’ll be there to comfort you Build my world of dreams around …

Continuar lendo

Uirapuru – Heitor Villa-Lobos

Trecho de um discurso de Villa-Lobos em João Pessoa, Paraíba, em 1951: “O Brasil já tem uma forma geográfica de um coração. Todo brasileiro tem esse coração. A música vai de uma alma a outra, os pássaros conversam pela música, eles têm coração. Tudo que se sente na vida, se sente no coração. O coração …

Continuar lendo

That’s What Friends Are For – Dionne Warwick e Amigos

And I never thought I’d feel this way And as far as I’m concerned I’m glad I got the chance to say That I do believe I love you And if I should ever go away Well then close your eyes and try To feel the way we do today And then if you can …

Continuar lendo

Ronda – Paulo Vanzolini

De noite eu rondo a cidade A te procurar sem encontrar. No meio de olhares espio, Em todos os bares Você não está… Volto pra casa abatida, Desencantada da vida. O sonho alegria me dá: Nele você está… Ah, se eu tivesse Quem bem me quisesse, Esse alguém me diria: “Desiste, esta busca é inútil”. …

Continuar lendo

Elegia a Uma Pequena Borboleta – Cecília Meireles

Como chegavas do casulo, — inacabada seda viva — tuas antenas — fios soltos da trama de que eras tecida, e teus olhos, dois grãos da noite de onde o teu mistério surgia, como caíste sobre o mundo inábil, na manhã tão clara, sem mãe, sem guia, sem conselho, e rolavas por uma escada como …

Continuar lendo

Valsa – Dmitri Shostakovich

“Das habilidades que o mundo sabe, essa ainda é a que faz melhor: dar voltas” José Saramago @-;– QUE O ANO NOVO SEJA DE VERDADEIRA RENOVAÇÃO!

Continuar lendo

Believe – Josh Groban

Children sleeping, snow is softly falling Dreams are calling like bells in the distance We were dreamers not so long ago But one by one we all had to grow up When it seems the magic’s slipped away We find it all again on Christmas day Believe in what your heart is saying Hear the …

Continuar lendo

Poema de Natal – Vinicius de Moraes

Para isso fomos feitos: Para lembrar e ser lembrados Para chorar e fazer chorar Para enterrar os nossos mortos – Por isso temos braços longos para os adeuses Mãos para colher o que foi dado Dedos para cavar a terra. Assim será a nossa vida: Uma tarde sempre a esquecer Uma estrela a se apagar …

Continuar lendo

Segue o Teu Destino – Fernando Pessoa

Segue o teu destino, Rega as tuas plantas, Ama as tuas rosas. O resto é a sombra De árvores alheias. A realidade Sempre é mais ou menos Do que nós queremos. Só nós somos sempre Iguais a nós-próprios. Suave é viver só. Grande e nobre é sempre Viver simplesmente. Deixa a dor nas aras Como …

Continuar lendo

Keep Our Love Alive – Stevie Wonder

Feeble is the mind that says they don’t care Selfish is the heart that won’t give their share Poor them, Poor we Wasted is the mind that won’t take a stand Lieth the tongue that says they can’t when they can Poor him, Poor she For as long as we live, And are blessed with …

Continuar lendo

Ela – Machado de Assis

Nunca vi, — não sei se existe Uma deidade tão bela, Que tenha uns olhos brilhantes Como são os olhos dela! F. G. BRAGA Seus olhos que brilham tanto, Que prendem tão doce encanto, Que prendem um casto amor Onde com rara beleza, Se esmerou a natureza Com meiguice e com primor. Suas faces purpurinas …

Continuar lendo

Hino à Bandeira Nacional

A atual bandeira do Brasil foi criada 4 dias depois da Proclamação da República, em 19 de novembro de 1889. Desenhada pelo pintor Décio Vilares e projetada por Raimundo Teixeira Mendes e por Miguel Lemos, assessorado pelo astrônomo Manuel Pereira Reis, a bandeira nacional, tal como a conhecemos atualmente, é uma adaptação da antiga bandeira …

Continuar lendo

Hino da Proclamação da República

Em 15 de novembro de 1889, o marechal Deodoro da Fonseca proclamou a república, declarando o fim do período imperial do Brasil. Naquele mesmo dia foi criado um governo provisório e o marechal tornou-se o primeiro presidente da história do Brasil, tendo sido eleito indiretamente. O imperador Dom Pedro II soube dos acontecimentos no Palácio …

Continuar lendo

Ser Seu Amigo – Vinicius de Moraes

Se eu morrer antes de você, faça-me um favor. Chore o quanto quiser, mas não brigue com Deus por Ele haver me levado. Se não quiser chorar, não chore. Se não conseguir chorar, não se preocupe. Se tiver vontade de rir, ria. Se alguns amigos contarem algum fato a meu respeito, ouça e acrescente sua …

Continuar lendo