Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

A Indecência Pode Ser Saudável – D.H. Lawrence

D. H. Lawrence caricature by Alastair Graham

(Caricatura de D. H. Lawrence, por Alastair Graham)

A indecência pode ser normal, saudável;
na verdade, um pouco de indecência é necessário em toda vida
para a manter normal, saudável.

E um pouco de putaria pode ser normal, saudável.
Na verdade, um pouco de putaria é necessário em toda vida
para a manter normal, saudável.

Mesmo a sodomia pode ser normal, saudável,
desde que haja troca de sentimento verdadeiro.

Mas se alguma delas for para o cérebro, aí se torna perniciosa:
a indecência no cérebro se torna obscena, viciosa,
a putaria no cérebro se torna sifilítica
e a sodomia no cérebro se torna uma missão,
tudo, vício, missão, insanamente mórbido.

Do mesmo modo, a castidade na hora própria é normal e bonita.
Mas a castidade no cérebro é vício, perversão.
E a rígida supressão de toda e qualquer indecência, putaria e relações assim
leva direto a furiosa insanidade.
E a quinta geração de puritanos, se não for obscenamente depravada,
é idiota. Por isso, você tem de escolher.

D.H. Lawrence
(Tradução de José Paulo Paes)

Música A Indecência, do álbum “Tudo é permitido” de Kid Abelha, baseada no poema de D.H. Lawrence (1991).


.

Poema original, em inglês: 

Bawdy can be sane and wholesome,
in fact a little bawdy is necessary in every life
to keep it sane and wholesome.

And a little whoring can be sane and wholesome.
In fact a little whoring is necessary in every life
to keep it sane and wholesome.

Even sodomy can be sane and wholesome
granted there is an exchange of genuine feeling.

But get any of them on the brain, and they become pernicious:
bawdy on the brain becomes obscenity, vicious.
Whoring on the brain becomes really syphilitic
and sodomy on the brain becomes a mission,
all the lot of them, vice, missions, etc., insanely unhealthy.

In the same way, chastity in its hour is sweet and wholesome.
But chastity on the brain is a vice, a perversion.
And rigid suppression of all bawdy, whoring or other such commerce
is a straight way to raving insanity.
The fifth generation of puritans, when it isn’t obscenely profligate,
is idiot. so you’ve got to choose.

D.H. Lawrence

Anúncios

3 Comentários

  1. São, sempre, escolhas.

    • Olá querido amigo Mariel. Ainda estou refletindo sobre este poema e o que o autor está tentando expressar. A princípio, entendo que ele aborda a liberdade das pessoas fazerem suas próprias escolhas e serem elas mesmas, a crítica ao puritanismo hipócrita, mas principalmente a ideia de que tudo é permitido numa relação, desde que exista um sentimento verdadeiro. A castidade no cérebro é perversão, diz o poeta… um abraço ❤

      • Oi querida. Penso que tudo que é apenas cerebral é perverso. Acho que é isso que nosso poetíssimo falava, não sei. Ainda assim, a vista do meu ponto insiste: são escolhas. Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: