Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

Nessun Dorma – Amira Willighagen


.
Nessun dorma! Nessun dorma!
Tu pure, o Principessa,
nella tua fredda stanza
guardi le stelle
che tremano d’amore e di speranza…

Ma il mio mistero è chiuso in me,
il nome mio nessun saprà!
No, no, sulla tua bocca lo dirò,
quando la luce splenderà!

Ed il mio bacio scioglierà il silenzio
che ti fa mia.

Il nome suo nessun saprà…
E noi dovrem, ahimè, morir, morir!

Dilegua, o notte! Tramontate, stelle!
Tramontate, stelle! All’alba vincerò!
Vincerò! Vincerò!

Amira

Amira no Pq Kempton, Africa do Sul (foto: Andre Wentzel)

Amira Willighagen nasceu em 27 de março de 2004, na Holanda, e tornou-se conhecida por seu talento como cantora de árias de óperas, sem nunca ter estudado música ou canto. Em 28 de dezembro de 2013, com apenas 9 anos, a estrela mirim venceu o show de talentos, interpretando “Nessun dorma”. Em fevereiro de 2014, Willighagen gravou seu primeiro álbum.  A pequena Amira destina metade da receita das apresentações e vendas de CDs a projetos de caridade que ela mesma criou para crianças pobres, na África do Sul. http://www.amirafans.nl

“Nessun dorma” (“Ninguém durma”, em italiano) é a famosa ária do último ato da ópera Turandot, de Giacomo Puccini (1926). É cantada por Calaf, o príncipe desconhecido, que se apaixona à primeira vista pela princesa Turandot. http://pt.wikipedia.org/wiki/Turandot

Tradução para o português e inglês: 

Que ninguém durma!
Que ninguém durma!
Você também, ó Princesa
Em seu quarto frio, olhe as estrelas
Tremendo de amor e de esperança

Mas meu segredo permanece guardado dentro de mim
O meu nome ninguém saberá
Não, não, sobre tua boca o direi
Quando a luz brilhar

E o meu beijo se desfaz
Em silêncio, que te faz minha.

O seu nome ninguém saberá
E nós teremos, oh!, que morrer, morrer

Parta, oh noite
Esvaneçam, estrelas
Esvaneçam, estrelas
Ao amanhecer eu vencerei!
Vencerei! Vencerei!

@-;–

None shall sleep! None shall sleep!
Even you, O Princess,
in your cold bedroom,
watch the stars
that tremble with love and with hope!

But my secret is hidden within me;
none will know my name!
No, no! On your mouth
I will say it when the light shines!

And my kiss will dissolve
the silence that makes you mine!

No one will know his name,
and we will have to, alas, die, die!

Vanish, o night!
Fade, you stars!
Fade, you stars!
At dawn, I will win!
I will win! I will win!

Anúncios

2 Comentários

  1. Éder Fávaro.

    Serve para reflexão sobre a arte de viver.Belo exemplo.

  2. De chorar num cantinho. Foi o que fiz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: