Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

Perfil de São Paulo – Silvio Caldas

bairro-do-bixiga

(São Paulo – bairro do Bixiga)

Aonde estão teus sobrados,
De longos telhados,
E teus lampiões?
E os moços da academia,
Na noite tão fria,
Cantando canções?
E sinhazinha delgada,
Pisando a calçada,
Na tarde vazia?

O tempo tudo mudou,
Mas não apagou,
A tua poesia.

Não mudou,
Não se apagou,
A tua sedução,
A garoa,
Cai a toa,
Pra guardar,
A tradição.

São Paulo num só minuto,
É o Brás, Tietê, viaduto,
Barracas de flores,
E a multidão.

Os Pardais,
Em madrigais,
O sol rasgando a cerração,
E a noite com seus pintores,
Apagando, acendendo em cores,
Teu nome, no meu coração
Teu nome, no meu coração…

Composição de Francisco de Assis Bezerra de Menezes

Nota: No mês de janeiro de 1954, no auge das comemorações do Quarto Centenário, chegava à gravadora um nome para não deixar dúvidas: Sílvio Caldas. O Caboclinho Querido se mudava de mala e cuia para a Paulicéia, passando a atuar na Rádio Excelsior. Um belo dia, Sílvio estava no estúdio da rádio, situado na Rua 24 de Maio, quando chegou um rapaz com uma partitura e pediu licença ao seresteiro para apresentar-lhe a música. Localizado um piano, Sílvio pôde escutar “Perfil de São Paulo”, que o rapaz, o advogado recém-formado Francisco de Assis Bezerra de Menezes, inscrevera no concurso de músicas que a prefeitura promovia para o Quarto Centenário. Sílvio ganhou o concurso com este samba, lançado em disco Columbia em novembro de 1954. Bezerra de Menezes continuou na área jurídica, tornando-se mais tarde promotor público em Barretos. Já seu samba continua sendo cantado como um hino não-oficial da cidade. Fonte: Brasileirinho http://www.brasileirinho.mus.br

Anúncios

5 Comentários

  1. Anônimo

    Adoro S. Paulo, principalmente, nossa querida cidade, dos anos 50, quando vim residir,
    aqui,eu que nascí e cresci em Botucatu, pequena cidade do interior paulista,chegando,
    conhecendo os museus, as praças, jardins, quando toda cidade muito limpa,cheguei a vir
    de (Bonde Camarão) da Praça Clóvis, á Penha, tudo lindo e romântico para uma jovem
    sonhadora…Egydia O. Nunes

    • Querida Egydia. Fiquei feliz que a música tenha lhe trazido tão boas recordações e tê-las compartilhado aqui. Obrigada. E, por favor, continue sendo a jovem sonhadora 😉

  2. Não conheço São Paulo, mas sinto saudades daquilo que não vi, tampouco vivi. Como pode….? Linda poesia; saudades de um tempo de amores, pudores e flores. bj.

  3. Anônimo

    Espetacular. Emociona – Para quem viveu nessa querida São Paulo de Piratininga mais de meio século, essa crônica musical, traz um buquê de saudade para a nossa alma.Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: