Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

Sorriso – Paulo Villas-Bôas

do filme Xingu

(cena do filme “Xingu”)

Sorrir, sorriso, servir,
elogios, calafrios, laços de cetim.
Eu sou assim, amo, sou louco por um fim.
Fim da solidão, fim da dor que está em mim.

Todas as noites olho para o céu,
e só tenho mel no seu véu,
você toda espalhada e querendo ser amada,
sem perceber está amarrada.

Eu quero esse fogo, quero essa fusão,
sem você perceber e não querer, mais já é tarde,
mesmo não querendo nada comigo, já é uma confusão,
e você não manda mais no seu coração,

não consegue mais desvencilhar desse agarramento,
quando acordares e sentir esse arrepio já é tarde.
Não quero que sofras, só sinta essa voz no firmamento.
Sinta carinho, sinta simpatia, sinta esse aquecimento.

Paulo Villas-Bôas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: