Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

Árvores – Joyce Kilmer

arvore
Penso que jamais verei
poema tão belo quanto uma árvore.

Uma árvore cuja boca faminta está colada
contra o seio doce e abundante da terra;

Uma árvore que olha para Deus o dia inteiro
e levanta seus braços folhudos para rezar;

Uma árvore que no verão pode vestir
Um ninho de sabiás em seu cabelo;

Em cujo colo a neve se deitou;
Que vive intimamente com a chuva.

Poemas são feitos por bobos como eu,
Mas somente Deus pode uma árvore fazer.

Alfred Joyce Kilmer
(Tradução de Walter Whitton Harris)

Poema original, em inglês: Trees

I think that I shall never see
A poem lovely as a tree.

A tree whose hungry mouth is prest
Against the earth’s sweet flowing breast;

A tree that looks at God all day
And lifts her leafy arms to pray;

A tree that may in Summer wear
A nest of robins in her hair;

Upon whose bosom snow has lain
Who intimately lives with rain.

Poems are made by fools like me,
But only God can make a tree.

Alfred Joyce Kilmer

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: