Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

Despedida – Geraldo Matta Machado

by Ashkan Ahmadi

(Foto de Ashkan Ahmadi)

Quando eu parti (recordas-te, querida?)
Calmo, a sorrir, eu te apertei a mão,
E tu, de olhos tristonhos, comovida,
Disseste-me, a chorar: “Não partas, não!”

E finda a nossa breve despedida,
Eu tive, meu amor, esta impressão:
De nunca, nunca mais, em minha vida,
Tornar a ver-te igual te via então…

Adeus! Adeus! E tu choravas tanto!
E, sorrindo, descrendo de teu pranto,
Tendo n’alma a incerteza refletida,

Eu te falei (e nem sequer ouviste!)
– Como é bela esta lágrima fingida
E em minha boca o riso como é triste!

Geraldo Matta Machado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: