Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

Onde começa minha memória? – Amos Oz

David Solodar photo-Judian-desert

(foto de David Solodar)

Meus antepassados inventaram a Via Láctea,
deram a essa intempérie o nome da necessidade,
à fome a chamaram muralha da fome,
à pobreza lhe puseram o nome de tudo o que não é estranho à pobreza.

Pouco é o que pode fazer um homem com o pensamento da fome,
apenas desenhar um peixe no pó dos caminhos,
apenas atravessar o mar numa cruz de madeira.

Meus antepassados cruzaram o mar sobre uma cruz de madeira,
mas não pediram audiência,
assim vagaram pelos arquivos
como os ouriços e os lagartos vagam pelas trilhas das aldeias.

E chegaram aos areais,
nos areais a terra é brilhante como escamas de peixe,
a vida nos areais só tem longos dias de chuva e depois longos dias de vento.

Pouco é o que pode fazer um homem que só teve na vida estas coisas,
apenas ficar adormecido encostado no pensamento da fome,
enquanto ouve a conversa de pardais no celeiro.
apenas semear lenha de flor no lençol dos hortos,
andar descalço sobre a terra brilhante
e não enterrar nela seus filhos.

Meus antepassados inventaram a Via Láctea,
deram a essa intempérie o nome da necessidade,
atravessaram o mar sobre uma cruz de madeira.
Então puseram nome à fome para que o amo da fome
se chamasse dono da casa da fome
e vagaram pelos caminhos
como os ouriços e os lagartos vagam pelas trilhas das aldeias.

Pouco é o que pode fazer um homem com as migalhas da piedade,
comer pão molhado nos dias de chuva, a que logo seguirão longos dias de vento
e falar da necessidade,
falar da necessidade como se fala nas aldeias
de todas as coisas pequenas que se podem embrulhar com cuidado num lenço.

Amos Oz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: