Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

Tomara Que Chova – Emilinha Borba

Cena do Filme Aviso aos Navegantes

(Emilinha Borba em cena do Filme Aviso aos Navegantes)

Tomara que chova, oi
Três dias sem parar

A minha grande mágoa
É lá em casa não ter água
E eu preciso me lavar

De promessa eu ando cheia
Quando conto a minha vida ninguém quer acreditar
Trabalho não me cansa
O que me cansa é pensar
Que lá em casa não tem água nem pra cozinhar.

Composição:  Paquito e Romeu Gentil (1950)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: