Poesias Preferidas

Seleção de Poesias

Seca Passageira – Ida Della Monica

Tarde de sol
Sem vento, sem brisa,
Apenas o calor escaldante
Abrangendo a paisagem
Calada.

Árvores inertes
Estátuas eretas,
Sem brilho, sem vida;
Folhas deprimidas
Sofrem a seca passageira.
Algumas desistem.
Pesarosas,
Desfalecem na terra infértil.

Outras aguardam,
Esperançosas,
Por uma gota de chuva
Talvez de uma nuvem inesperada,
Abençoada,
Que possa umedecê-las,
Reerguê-las naqueles galhos
Já quase secos…

Estacas!…

Nesse momento – penso eu –
Preciso estancar
Este meu choro intermitente.
Ou seria melhor mantê-lo assim?
Escorrendo todas essas incontáveis lágrimas,
Que encharcam o meu rosto,
E desaguam num rio chamado Alma Triste…

Pudessem elas,
– As minhas lágrimas –
gota a gota,
Aliviarem o sofrimento
Dessas tantas folhas indefesas,
Agonizantes,
Que cansadas de esperar,
Deixam-se matar
Ou…

Deixam-se morrer…

(março/2012)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: